Blog

Bitcoins no Ripple

A Rippex lançou hoje um novo serviço que faz parte de um projeto chamado Rippex Bridge.

Rippex Bridge visa promover a interoperabilidade entre ledgers distribuídos públicos como o bitcoin e o ripple, tornando simples a operação de mover ativos digitais de um ledger público para outro.

Na primeira versão do Bridge tornamos possível depositar e sacar bitcoins de uma conta ripple de maneira automatizada, sem a necessidade de fazer login na Rippex cada vez que quiser sacar ou depositar, assim apenas usando uma carteira os usuários poderão usar o Bridge, basta criar a transação correta em um ledger e ela será refletida no outro.

Mas como funciona? Veja só:

 

DEPOSITANDO

Para depositar você precisa sua conta Rippex validada, uma conta Ripple cadastrada em sua conta Rippex. Veja como:

Criar uma conta Rippex

Criar e ativar uma conta Ripple

Acesse sua conta Ripple cadastrada na Rippex usando a certeira de sua preferência e crie uma conexão (trustline) de BTC para a nossa conta emissora do Rippex Bridge:

rKxKhXZCeSDsbkyB8DVgxpjy5AHubFkMFe

 

Após fazer a conexão, dê aproximadamente 10 minutos para que ela seja reconhecida. Veja como fazer uma conexão aqui.

 

Se você já tem uma conta Rippex validada, faça login e vá em Contas/Ripple

01

 

A conta que possui uma conexão com o Bridge vai receber um endereço bitcoin de depósito:

 

02

Endereços de teste – NÃO USE!!

 

As contas que não possuem conexão não mostrarão o endereço BTC nem o QR code.

Para receber BTC em sua conta Ripple (primeira seta) basta enviar bitcoins para o “Endereço Bitcoin” que estiver na sua tela (segunda seta). Você pode usar uma carteira mobile e escanear o QR code.

Após enviar os BTCs, monitoraremos a transação e processaremos o depósito após 3 validações no blockchain.

Pronto, agora você pode negociar os seus BTCs por várias moedas – BRL, XRP, ETH, ETC, REP, XAU, USD, EUR, etc

 

SACANDO

 

Para fazer saques de uma conta Ripple para o blockchain do Bitcoin, basta fazer o seguinte:

Vá até contas/bitcoin

00

 

Cadastre um endereço bitcoin de sua titularidade, dê um apelido que faça sentido, como “Minha conta mobile” ou “Exchange ABC”. Você verá em seguida o endereço Ripple e a Destination Tag (DT) correspondentes a esse endereço bitcoin.

 

02

 

Sempre que você receber um pagamento nesse endereço COM ESSA DT (quadrado vermelho), o seu endereço bitcoin (seta) será creditado.

LEMBRE-SE de incluir no cálculo do valor a dedução da taxa estimada da rede bitcoin, que nesse momento é de 0,0005 BTC.

Assim, se você quiser receber 1 BTC, envie 1,0005 BTC. Veja os valores atualizados aqui.

As taxas de rede do bitcoin são variáveis e podem ser atualizadas a cada momento. Para ter uma ideia do custo atual visite https://bitcoinfees.21.co/

 

Veja outros tópicos que podem lhe interessar:

Negociando no ripple – Ordens limitadas

Negociando no ripple – Ordens ao mercado

Crescimento do Blockchain

 

Além de números globais e locais – como volume de negociações e de transações, número de contas criadas, notícias na mídia, quantidade de bancos implementando pilotos e produtos, número de países emitindo opiniões – existe a avaliação subjetiva do sentimento do mercado sobre um tema. Em números o blockchain vem claramente crescendo, mas como vemos isso na prática do dia a dia e na interação com outros players do mercado?

A Rippex foi convidada a participar como palestrante em alguns eventos de Fintech esse ano, o que nos permitiu ter um contato direto com diversos tipos de públicos com diferentes entendimentos sobre o tema das tecnologias financeiras descentralizadas. Assim, pudemos formar nossa opinião e estamos convencidos que o interesse sobre o blockchain vem crescendo e muito.

O primeiro foi o Expo Startups da CETELEM, onde participamos de um painel com outras startups de fintech de ramos diferentes como a Geru.

Depois participamos de um evento da Câmara de Comércio Brasil Canadá, onde éramos a única focada em blockchain.

Em seguida tivemos o prazer de participar do TechLeap, um evento voltado para inclusão financeira e interoperabilidade, com muita gente interessante a atuante no mercado de tecnologia. Nesse evento já vimos outras iniciativas de blockchain e participamos da criação de protótipos usando uma metodologia baseada em design sprint.

Veja a entrevista que demos antes do evento aqui:

techleap

Rafael e Jan no TechLeap

 

Ontem participamos do primeiro International Blockchain Hackathon Brazil, evento organizado pelo blockchain center brasil, dedicado à criar soluções baseadas em blockchain. A casa estava cheia e os participantes muito interessados. Apresentamos nossa visão sobre o futuro da “internet dos valores” e vimos apresentações da Foxbit, IBM, e OriginalMy, todas de alta qualidade. A nossa apresentação, além de vários conceitos gerais para entendimento do cenário da internet dos valores, contém alguns exemplos práticos para desenvolvedores iniciarem seus estudos sobre o ripple. Os códigos estão em nosso repositório: https://github.com/rippex/ripple-node-examples – fique à vontade para clonar, usar e melhorar.

No mês que vem estaremos no Web.br, maior conferência sobre internet do brasil, promovida pelo W3C, no qual abordaremos, através de um workshop, o tema da interoperabilidade e da internet dos valores como complemento da internet das coisas.

Enfim, esperamos ver esse ritmo acelerar ainda mais, para atingir parcelas significativas de várias indústrias e que os benefícios do blockchain fiquem cada vez mais claros. Que passe o hype, que chegue a nova realidade.

 

Bancos começam a chegar ao Ripple

No mês passado o banco Santander do Reino Unido lançou um aplicativo de remessas internacionais usando o protocolo ripple, mostrando que uma renovação estrutural nos pagamentos internacionais não é uma utopia. Hoje mesmo os funcionários do banco já podem enviar dinheiro para o outro lado do atlântico, nos Estados Unidos, usando o ripple.

O aplicativo ainda tem limitações – ainda é restrito a funcionários e há poucas localidades – mas já é um aplicativo que move dinheiro real de pessoas reais. Lá em 2013, nem os mais otimistas poderiam prever (com embasamento) que em 2016 esse marco seria alcançado. As coisas estão se movendo rápido.

Alguns dias após o anúncio do Santander UK, mais 7 bancos anunciaram integração à rede para pagamentos internacionais:

ATB Financial e ReiseBank fizeram história ao realizarem a primeira transferência interbancária usando o ripple, veja o vídeo:

Nessa transação, o ATB usou 1.011,52 dólares canadenses para comprar 667,67 euros de um market maker e entregá-lo ao ReiseBank, tudo em uma única transação que durou alguns segundos.

Alguma dúvida ainda que a internet dos valores vai acontecer? 🙂

Mas que cara ela vai ter daqui 20 anos? Isso ainda é um mistério. Nós continuaremos ajudando a contruí-la e publicando as novidades aqui no nosso blog ou nas nossas contas do twitter e do facebook.